Review Claymore 138: Face Exposta (Exposed Face)


Clique na imagem para ler o capítulo em inglês

Clique na imagem para ler o capítulo em inglês

Fala povo! Saindo o review de Claymore 138, onde ouvimos muitas explicações sobre as guerreiras meio-despertadas, as lutas entre Priscila e Rifur, Cassandra e os despertados e a volta de várias Claymores de quem ninguém mais se lembrava! !

O capítulo começa com Louvre e Dae conversando sobre as “meio-despertadas”. Louvre explica que é um estado onde as guerreiras são capazes de superar o limite de liberação de seu Youriki, mas onde ainda conseguem voltar à forma humana, ou seja, sem despertar completamente. Claro que algo assim é muito arriscado e ele só conhece quatro guerreiras que foram capazes de fazê-lo (de quem será que ele está falando né?), e que todas elas receberam a carne que originalmente era de uma pessoa querida (no caso de Claire, foi a carne da Teresa). Dae olha com cara de “e você acha que eu não sei disso?” e completa que na verdade, o limite delas é naturalmente maior graças à ligação com esta pessoa e que de alguma forma isso também as ajuda a voltar ao normal.

Esses dois estão falantes neste capítulo, né?

Esses dois estão falantes neste capítulo, né?

Louvre fica espantado por Dae, um homem extremamente pragmático, aceitar a força deste tipo de ligação, mas Dae responde que isso é como o ódio de Priscila sendo a fonte de seu poder, e lamente que ele não tenha podido dissecar e fazer pesquisar as quatro. Louvre entende na hora que Dae queria descobrir como criar guerreiras capazes de despertar e voltar ao normal indefinidamente. Dae não nega, mas diz que agora isso vai ficar só na hipótese… E enquanto isso, Priscila e Riful continuam a se matar 🙂 .

E ao contrário dos dois, estas não parecem estar afim de papo.

E ao contrário dos dois, estas não parecem estar afim de papo.

Louvre vira seu cavalo e diz que vai embora. Dae pergunta se ele não vai ficar para ver o final da luta, mas o outro responde que ele mesmo já previu que no final Priscila iria ganhar. Mesmo assim, Dae diz que uma previsão não é nada mais do que isso (ou seja, ele estava só chutando…) e que mesmo no laboratório, onde as condições são controladas, nem sempre as coisas ocorrem como previsto. E na vida real isso ocorre menos ainda, o que a torna muito mais interessante (como alguém que trabalha com ciência na vida real, seu sou obrigado a concordar 100% com Dae, as coisas não acontecem como a gente prevê MESMO!). Na luta, Riful se regenera dos últimos golpes e contra-ataca, destruindo um braço e as asas de Priscila, que imediatamente começa a se regenerar. Mas nesta hora ela percebe que algo estranho está acontecendo…

Para Priscila, "algo estranho" é ela não vencer a luta em 5 minutos

Para Priscila, “algo estranho” é ela não vencer a luta em 5 minutos

Enquanto ataca, Os tentáculos de Rifus estão absorvendo os restos do “Destruídor” que Priscila expeliu de seu corpo. Graças à  isso, Riful adquiriu a habilidade de sugar a energia de Priscila sempre que a atingir. Ou seja, ela achou a melhor maneira possível de lutar contra alguém que possui energia praticamente ilimitada, e ainda acabou com a estratégia habitual de Priscila que é se deixar atingir, se regenerar e contra-atacar. Agora elas estão realmente em pé de igualdade! Boa Riful!!!

Agora sim as coisas estão ficando interessantes!

Agora sim as coisas estão ficando interessantes!

Em outro lugar, a luta entre as Claymores, os Despertados e Cassandra, que parecia ter terminado quando Claire destruiu a Priscila que se formava em Cassandra (e de quebra abrindo um buraco gigantesco no peito dela), na verdade continua, pois apesar de tudo Cassandra está viva, e de volta a ser ela mesma!

Vai aguentar porrada assim lá na...

Vai aguentar porrada assim lá na…

Só que Cronos não está nem aí se quem está lá é Priscila ou Cassandra e ataca sem dó. Só que livre de Priscila, Cassandra parece estar ainda mais forte, desviando do ataque, enterrando seus tentáculos no braço do oponente e em seguida arrancando suas duas pernas! Quem diria que no final Priscila só estava a deixando mais fraca 😯 !

Claymore 138-15-16Visite Pandatoryu

Os Despertados se viram como podem para escapar dos ataques de Cassandra, e frente à uma oponente tão forte, Europa faz a única coisa sensata possível… saí correndo para bem longe!

Tentáculos para que quero!

Tentáculos para que quero!

Europa passa correndo por Yuma, Tabitha e Cynthia que mal veem o que acontece, mas Miria percebe na hora quais são as intenções de Europa… nada mais nada menos do que comer entranhas de gente!!! E o alvo é a cidade de Rabona!

Dentro dos muros da cidade, Galatea sente uma grande energia vindo em sua direção e rapidamente deduz que se trata de um despertado, com um nível de poder totalmente diferente daqueles que vieram antes. Clarice, que também está na cidade, pergunta o que elas farão, mas Maita, sua “filha” sabe bem o que fazer… que é derrotar o que quer que esteja vindo. E, de fato, ela está certa. No topo da muralha da cidade, Galatea, junto de Clarice, Maita e várias outras guerreiras, declara que é hora delas lutarem para defender a Cidade Santa de Rabona!

E a coitada da Europa achando que a comida vai ser fácil.

E a coitada da Europa achando que a comida vai vir fácil.

No final, este capítulo não foi tão legal quanto o último, mas eu ainda gostei bastante. As explicações sobre as meio-despertadas foram interessantes, apesar de um pouco longas, e gostei em especial da estratégia de Riful para enfrentar Priscila. Eu já estava cansado de Priscila vencer todas as suas lutas em 5 minutos sem nem suar, mas agora aprece que ela finalmente encontrou alguém à altura, se não mais forte! Afinal enquanto puder sugar a energia da adversária Riful é praticamente imortal, e as habilidades ofensivas dela tornam difícil para sua oponente evitar todos os ataques. Devo admitir que eu não esperava que Cassandra voltasse, e ainda mais forte do que antes. Eu sempre gostei de Cassandra, e acho que se Miria e as outras conseguirem interromper a luta dela contra os Abissais e explicar a situação ela pode se tornar uma aliada poderosa. Por fim, a luta entre Europa e o exercito de Galatea vai nos dar a chance de ver várias guerreiras fortes lutando novamente, o que pode render cenas de batalhas muito legais nos próximos capítulos! Estou especialmente curioso para ver como estão as habilidades de luta de Galatea depois de tanto tempo (uma regra básica dos mangás é que ceguinhos normalmente são super fortes, então ela não deve decepcionar!)

Por enquanto é isso, espero que tenham gosta do do capítulo e do review! Deixem seus comentários abaixo e vamos conversar mais sobre Claymore!

 Até mais!

Não nos decepcione Galatea!

Não nos decepcione Galatea!

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Review Claymore

Participe comentando e fornecendo opiniões. Nos ajude a crescer e sobretudo divirta-se!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s