Review duplo de Fairy Tail: 333 (Homem e Homem, Dragão e Dragão, Homem e Dragão) e 334 (Pecado e Sacrifício)


Rogue do Futuro vs Natsu!  Segundo round! (Clique na imagem para ler o capítulo em português)

Rogue do Futuro vs Natsu! Segundo round! Fight!
(Clique na imagem para ler o capítulo em português)

Fala povo! Como não tive tempo de postar o review de FT na semana passada, hoje farei um review duplo dos últimos dois capítulos! Espero que relembrar o capítulo da semana passada ajude a digeri o final do capítulo desta semana (GRAY!!! MAS QUE P***A FOI AQUELA??!!!)

Rogue do futuro não consegue acreditar ao ver Natsu chegando para enfrentá-lo montado em Atlas Flame, pois isso significa que sua magia para controlar o dragão foi anulada. Quando Rogue pergunta como ele conseguiu fazer tal coisa, Natsu simplesmente responde que ele e o dragão ficaram amigos. Nisso ele instiga o Tio Dragão Atlas a atacar! Atlas morde o ombro de Mothergrea, que responde com uma baforada que atravessa Atlas e causa uma grande explosão!

Este é realmente um péssimo dia para passear pelo campo.

Este é realmente um péssimo dia para passear pelo campo.

Apesar de ter sido atravessado pelo golpe, Atlas rapidamente restaura seu corpo, pois suas chamas não podem ser destruídas pelo sopo de Mothergrea. Infelizmente, sua mordida sequer arranhou as escamas de Adamantium do seu oponente. Com a luta entre os dragões aparentemente empatada, parece que cabe a Natsu e Rogue resolverem a situação. A primeira vista, isso parece ser uma ideia péssima, uma vez que só hoje o Natsu já levou duas surras feias de Rogue. Mas isso, é claro, foi antes de comer as chamas de Atlas.

Que basicamente funcionam como mega esteroides instantâneos para o Natsu

Que basicamente funcionam como mega esteroides instantâneos para o Natsu

Do chão, o rei de Fiore e os soldados observam a luta dos Dragonslayers, no céu, e das guildas contra os Cells Jr. mini dragões. Vendo a magnitude da batalha, o rei percebe que o que eles estão vendo é exatamente igual ao antigo festival de destruição que eles chamavam de Festival do Rei Dragão.  Caindo de joelhos, o rei conclui que  nada mais será como antes. E isso se eles sobreviverem, é claro, porque enquanto o rei tagarela, vemos que a situação está feia para os magos, mesmo para os outros dragonslayers.

Espero que o Gajeel, a Wendy e o Laxus estejam se saindo melhor.

Espero que o Gajeel, a Wendy e o Laxus estejam se saindo melhor.

Rogue, do presente, é outro que está com problemas. O dragão diz para ele desistir, pois não tem como derrota-lo. Rogue pegunta como o dragão sabe seu nome. Ele responde que recebeu ordens para poupá-lo (mas somente ele). Ele diz que Rogue só precisa parar de lutar e fazer o que eles mandam, e um dia ele se tornará o Rei (corte para mostrar a cara do Rogue do Futuro). Rogue diz que isso é bobagem, pois ele não tem intenção nenhuma de ser rei. E afinal de contas, quem deu esta ordem? Quando o dragão conta sobre o plano do Rogue do futuro e a forma como ele mesmo invocou os dragões, Rogue se recusa a acreditar. Isso até sua própria sombra, a escuridão que vive dentro dele, confirmar que é verdade.

Rogue, tornando literal a expressão "ter medo da própria sombra".

Rogue, tornando literal a expressão “ter medo da própria sombra”.

Enquanto Rogue é atormentado pela revelação sobre seu futuro e sua própria escuridão, Ultear observa a cena. Voltando um pouco no tempo, vemos o momento em que ela e Meredy cuidaram de Natsu, logo depois da sua primeira luta contra Rogue do Futuro e da morte da Lucy (do futuro, calma gente…). Quando Natsu conta quem é o inimigo, Ultear chega à conclusão de que se eles matarem o Rogue do presente, toda esta situação será revertida! Meredy pergunta se isso vai dar certo e elas ficam falando sobre paradoxos temporais e sobre como a linha do tempo já está alterada mesmo (ou seja, dane-se, vamos bagunçar de vez) e que por isso pode dar certo. Mas isso não é importante. O que importa é que Natsu rejeita a ideia na hora.  Afinal de contas, os crimes são do Rogue do Futuro. O Rogue atual é inocente.

O Natsu tem mais juízo do que certos presidentes por aí...

O Natsu tem mais juízo do que certos presidentes por aí…

Ultear prometeu para Natsu que ela não irá encostar um dedo no Rogue. Mas de volta ao presente, vendo a destruição que os dragões estão causando, ela decide quebrar a promessa. Ela diz para sí mesma que Rogue é o único culpado por toda esta situação, porque se ele não tivesse voltado e aberto o Portão do Eclipse, os dragões nunca teriam saído. Por isso, para fazer tudo voltar a ser como antes, o Rogue do presente deve morrer.

Ultear e sua lógica de Exterminador do Futuro

Ultear e sua lógica de Exterminador do Futuro

E assim acaba o capítulo 333, o qual eu achei bem legal, apesar de que eu acho que a luta entre o Atlas e a Mothergrea seria muito mais interessante se os dois pudessem efetivamente se golpear. Mas como o foco lá é mesmo da luta do Natsu contra o Rogue, isso não é tão problemático. Eu dispensava as duas páginas perdidas com o rei de Fiore. A gente já sabe que a situação está difícil, então ele não acrescentou nada à história. A crise existencial do Rogue faz bastante sentido (afinal, quem ficaria numa boa sabendo que na verdade, o vilão é ele mesmo?!), e ver isso parece só tornar o plano de Ultear mais difícil de se aceitar. Se formos ver, até que é fácil aceitar matar uma pessoa para salvar todas as outras e evitar a destruição da cidade… mas no final das contas, o Rogue do presente é realmente inocente (pelo menos por enquanto). Quem diria que Fairy Tail iria começar a colocar questões existenciais complexas no meio da história? parece até aula de filosofia huahau!

Bem, agora vamos para o capítulo 334!

Também chamado de "O capítulo mais revoltante da história". (clique na imagem para ler o capítulo em português)

Também chamado de “O capítulo mais revoltante da história”. (clique na imagem para ler o capítulo em português)

Mudando de cena novamente,  vemos Millianna perdendo a cabeça ao se encontrar com Jellal. Erza diz para a amiga se acalmar e diz que ela mesma já perdoou Jellal. Ouvir isso só deixa Millianna mais irritada! Ela relembra Erza dos crimes de Jellal e grita que nunca vai perdoá-lo e que ele vai morrer pelas mãos dela! Erza diz que matar Jellal não mudará nada, e enquanto as duas discutem, Ultear entra em cena, andando calmamente e dizendo que o ódio de Millianna por Jellal não tem motivo, pois desde o começo foi ela quem o manipulou pelas sombras.

Ultear, pagando de vilã mesmo sem convencer ninguém (bem, talvez a Millianna caia, ela nunca foi muito esperta...)

Ultear, pagando de vilã mesmo sem convencer ninguém (bem, talvez a Millianna caia, ela nunca foi muito esperta…)

Jellal, percebendo que ela está escondendo algo, pergunta para Ultear o que aconteceu, mas ela apenas diz que eles não tem tempo a perder com tantos filhotes de dragão ainda por aí. E enquanto vai embora, ela diz para Millianna que na verdade foi ela quem matou Simon e que construiu a torre.  Ou seja, se Millianna quiser odiar alguém, que seja ela. Ultear vai embora, deixando Millianna sem saber o que pensar ou o que fazer, enquanto Jellal se pergunta como o mundo pode ficar tão problemático. Erza diz que de um jeito ou de outo, este é o mundo que eles têm, e que precisam aguentar e continuar a viver. E atrás de um muro em ruínas vemos Kagura, que escutou a história toda. Ela guarda a espada que estava prestes a desembainhar (na certa para dar cabo de Jellal também) e fica em silêncio, confusa. Enquanto isso, Ultear segue para cumprir seu plano de matar Rogue.

Só não parece que ela vai muito longe...

Só não parece que ela vai muito longe…

Ultear se lembra das palavras de Natsu, dizendo que se eles assassinarem Rogue (do presente), terão sido eles a escolher o caminho errado. E pensando nisso, Ultear caí de joelhos, reconhecendo que ela escolheu o caminho errado.

Rogue, do presente, parece ter desistido de lutar, até escutar a voz de Sting perguntando o que ele está fazendo parado desse jeito! Rogue “acorda” com a chegada do amigo que diz que vai ajudá-lo! Afinal, Sting só está lá porque  já derrotou o seu dragão!

Embora "derrotar" seja um conceito bastante amplo

Embora “derrotar” seja um conceito bastante amplo

Sting, você é o cara! porque haja cara de pau de vir correndo, oferecer ajuda, trazer mais um dragão para a luta e ainda sair rindo que nem bobo huahauhua! P* da vida, Rogue pergunta se isso é alguma piada, mas Sting, ainda de ótimo humor, diz que o que tiver que acontecer, vai acontecer! Então é mais legal se ferrar com os amigos! Enquanto os dragões conversam entre sí (o dragão do Sting se chama Scissor Runner) sobre como é legal acabar com os humanos, Rogue e Sting se preparam para a luta. Rogue deixa de lado os pensamentos sombrios, dizendo para si mesmo que enquanto seu amigo estiver por perto, tufo vai ficar bem.

Que bom que o dragão não contou a parte onde o Rogue do Futuro mata o Sting

Que bom que o dragão não contou a parte onde o Rogue do Futuro mata o Sting

Ainda no chão, Ultear pensa na sua decisão de assassinar uma pessoa inocente. Mesmo não tendo conseguido seguir em frente com este plano, Ultear se sente culpada apenas pelo pensamento ter passado por sua cabeça e por ela ter aceitando a ideia. Ela diz que mesmo depois de tudo o que passou, ela não mudou nada, e que seus pecados não poderão ser apagados tão facilmente. Emfim, apesar de tentar parecer má, está claro que a Ultear já se tornou uma boa pessoa faz tempo, mesmo que ela não acredite nisso. Eu até fiquei com um pouco de pena dela nesta cena por se culpar deste jeito. Ela realmente precisa de alguém para conversar coitada

Não se sinta mal Ultear, metade das pessoas também teria pensado em matar o Rogue (e várias teriam ido até o final)

Não se sinta mal Ultear, metade das pessoas também teria pensado em matar o Rogue (e várias teriam ido até o final)

Nas ruínas da cidade, Meredy se encontra com Juvia e pergunta se ela viu Ultear. Enquanto as duas conversam distraidamente (afinal, não é como se elas estivessem no meio de uma guerra contra dragões, não é?), uma cria de dragão ataca com um raio! Elas são salvas no último instante por Gray, que as agarra e pula para o chão. Lyon, que também aparece no local, diz para elas prestarem atenção (algo que a Juvia não vai conseguir fazer mesmo, depois de levar uma apalpada do Gray na bunda). Eles se levantam e Gray diz que precisa dizer algo para ela. Viajando como sempre, Juvia acha que é agora que Gray vai confessar seu amor por ela. Mas antes que ele conseguisse falar, um dos dragõezinhos ataca com um raio. Gray protege Juvia, jogando-a para o lado, e é alvejado no peito.

:shock:

😯

Lyon, Meredy e Juvia observam a cena sem conseguir fazer nada, enquanto mais crias de dragão se juntam ao ataque. Gray é atingido uma vez, e outra e mais outra. No peito, na barriga, nos braços, até o golpe final, na cabeça.

Isso prova que o Mashima assistiu o episódio do Casamento Vermelho de Game of Thrones

Isso prova que o Mashima assistiu o episódio do Casamento Vermelho de Game of Thrones

Juvia grita, desesperada, o nome de Gray, enquanto Ultear, olhando para os céus, diz que não tem mais o direito de viver. E assim acaba o capítulo. Agora vamos todos nos levantar, sair da frente do PC, tomar um chazinho de camomila e tentar, com muita força, não xingar o Mashima de nomes (muito) feios. Porque ONDE DIABOS ELE ESTAVA COM A CABEÇA?!!! Tudo bem, ainda é cedo para afirmar com certeza que o Gray morreu, mesmo com os golpes que ele levou. Mas ainda assim, foi uma maldade no nível do que o Kishimoto fez com o Neji.

Queridos autores, vocês se esforçam, mas vocês não são o Oda! Ele sabe preparar o terreno e aproveitar a morte de um personagem importante. Vocês não! Então parem de tentar! Ok, eu sei que estou exagerando um pouco. Como eu disse, ainda não está confirmado que é o fim do Gray. E mesmo que seja, o Mashima pode trabalhar os acontecimentos seguintes para dar uma reviravolta muito boa na história. Mas enquanto eu não ver como essa este fato vai se desenrolar, vou ficar com um pé e meio atrás.

E que venha a Juvia em modo berserk inundando a cidade inteira com dragões, Rogue e tudo!

O próximo capítulo vai começar mais ou menos assim

O próximo capítulo vai começar mais ou menos assim

Deixe um comentário

Arquivado em Histórico, Review Fairy Tail

Participe comentando e fornecendo opiniões. Nos ajude a crescer e sobretudo divirta-se!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s