Review Fairy Tail 344: Magos vs Caçadores


Clique na imagem para ler o capítulo em português

O Sting só está aqui de feliz, ele não aparece neste capítulo não  (Clique na imagem para ler o capítulo em português)

Fala povo! Depois de mais ou menos uns 5400 anos sem postar nada no blog (por motivos de forças acadêmicas maiores), os reviews de Fairy Tail estão de volta! E neste capítulo tem porrada!!!

O capítulo começa com os magos correndo em desespero atrás dos caçadores de tesouro para “adquirir de maneira forçada” (ou roubar mesmo) a gota da lua, que na teoria é capaz de derreter o gelo que cobre a aldeia. A única que não está presente é Erza, que ficou na aldeia procurando pistas (para a sorte dos caçadores, e azar dos gigantes). Mas a perseguição acaba de repente, quando dois dos caçadores param de correr e se preparam para a luta! Claro que Natsu e Gray aceitam o desafio, e a peleja começa!

Mas não como a gente esperava

Mas não como a gente esperava

Por mais incrível que pareça, os caçadores de tesouro não são os manés que eles parecem! Rara deixa isso bem claro quando quase faz panqueca de Natsu com seu martelo gigante em forma de mão. E não só o martelo é forte pra caramba, como ainda é capaz de bloquear as chamas de Natsu sem nenhuma dificuldade! Enquanto isso, Gray ataca Hiroshi, que também está se virando muito bem com sua espada.

Que é muito mais legal do que o martelo

Que é muito mais legal do que o martelo

E não bastasse Gray e Natsu estarem com problemas, por muito pouco Lucy não leva um headshot, pois os caçadores ainda tem um sniper (Drake) escondido na floresta. Para contra atacar, Lucy invoca Sagitário, que intercepta o próximo tiro com sua própria flecha (tá melhor do que o Aioros!).

Ninguém mandou subestimar os oponentes Natsu...

Ninguém mandou subestimar os oponentes Natsu…

Enquanto isso, na cidade, Erza está intrigada pelo fato de todos os gigantes estarem segurando armas e olhando para a mesma direção. Erza rapidamente percebe que os gigantes estavam lutando para proteger a Chama Eterna, que deve estar atrás dos gigantes. Erza olha nesta direção e vê uma montanha, onde ela acredita que a Chama esteja. Nada como tirar 20 no teste de int, né Erza?🙂

Ou talvez não...

Ou talvez não…

Infelizmente, a teoria de Erza não se mostrou a mais acertada do mundo (eu entendo sua dor Erza…), pois no topo da montanha não tem absolutamente nada. Quero dizer, além de um cristal enorme, suspeito, e que transforma Erza em criança quando ela chega perto!

Fanboys de Lolicon, controlem-se!!!

Fanboys de Lolicon, controlem-se!!!

E o capítulo termina com Erza versão pirralha e os outros lutando contra os caçadores de tesouro. Achei interessante que os caçadores lutem usando itens mágicos. É exatamente o que se esperaria de pessoas assim, então acho que o Mashima acertou em cheio neste ponto. Além disso, tudo indica que eles não serão os vilões desta fase (afinal, já vimos até uma guilda das trevas, com a Minerva!), o que pode significar uma aliança inusitada entre eles e a Fairy Tail. Quanto à Erza virar criança, eu não sou muito fã deste tipo de abordagem, quando os autores usam este tipo de artificio, de enfraquecer momentaneamente os heróis, para dificutar as coisas e aumentar a tensão. Não sei se esta é a intensão do Mashima, mas foi o que me pareceu. É claro que só vimos um quadro dela criança, então é melhor esperar um pouco mais para ver como as coisas ficam. No geral, foi um capítulo legal.

Até a próxima!!!

 

 

 

 

Deixe um comentário

Arquivado em Review Fairy Tail

Participe comentando e fornecendo opiniões. Nos ajude a crescer e sobretudo divirta-se!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s